SC Braga agarra 2.º lugar do campeonato com vitória e susto frente ao Rio Ave

Bracarenses, agora com 16 pontos, recuperaram a posição perante o FC Porto.

O SC Braga venceu este domingo o Rio Ave por 3-2 e voltou a ocupar o segundo lugar da Primeira Liga, com 16 pontos, num jogo em que, depois de ter conquistado uma vantagem de três golos, quase deitou tudo a perder. Depois dos tentos de Al Musrati, Iuri Medeiros e Ricardo Horta, em apenas seis minutos (81' e 87'), Boateng e Aziz deram aos vila-condenses a esperança de uma reviravolta que acabou por não acontecer.

A equipa de Luís Freire mantém, assim, os cinco pontos com que entrou neste jogo. Já os bracarenses voltam a ultrapassar o FC Porto e ficam com um ponto de vantagem sobre os dragões.

Foram precisos apenas 11 minutos para haver golo em Vila do Conde, e por cortesia de um velho conhecido. Os bracarenses bateram um canto de forma curta à esquerda e Ricardo Horta cruzou para o segundo poste, onde surgiu Al Musrati a cabecear para o 1-0. O líbio, que já representou o Rio Ave, não festejou.

Sempre com mais pendor ofensivo, o SC Braga acabou por chegar com alguma naturalidade - e muita vontade de Iuri Medeiros - ao segundo golo do jogo. O esquerdino recorreu ao pé direito para, depois de abrir espaço, rematar primeiro à figura de Jhonatan e depois, com mais intensidade do que todos os vila-condenses, ainda chegar à bola a tempo de uma recarga.

Daí ao intervalo pouco houve a contar em Vila do Conde: completamente confortável no jogo, a equipa de Artur Jorge foi controlando o que se passava dentro do campo e ia para os balneários com 13 remates feitos. À procura de algo diferente pelo seu lado, Luís Freire fez duas mexidas ao intervalo, lançando João Ferreira e Paulo Vítor para os lugares de Costinha e Pantalon.

Por seu lado, Artur Jorge optou, já aos 60', por segurar o meio-campo ao fazer entrar Racic para o lugar de André Horta, mas também quis lançar algum "caos" no jogo, com a entrada do irrequieto Alvaro Djaló para o lugar de Vitinha. Luís Freire respondeu-lhe com as entradas de Baeza e Boateng para os lugares de Joca e Fábio Ronaldo.

Os vila-condenses quase conseguiram ser felizes aos 67', quando Miguel Nóbrega falhou por centímetros um desvio. Ora, até que a velha máxima de que quem não marca, sofre, decidiu aparecer.

No minuto seguinte, Ricardo Horta roubou a bola após um lançamento lateral mal feito e deu a Djaló, que devolveu a bola ao seu capitão de equipa: perante Jhonatan, atirou a contar para o 3-0. E na jogada seguinte, não fosse Jhonatan, teria entrado o 4-0, mas desta vez o brasileiro venceu o frente a frente com Horta.

Continuava a aquecer o jogo em Vila do Conde: Al Musrati encontrou Ricardo Horta no interior da grande área e o português, de primeira e de calcanhar, isolou Banza. Faltou sangue-frio ao francês, que permitiu a defesa a Jhonatan.

Mas os da casa não se encolhiam. Aziz recuperou bem de um "pontapé na atmosfera", levantou-se e, à entrada da pequena área, cruzou para o segundo poste, onde encontrou Boateng. O ganês atirou de primeira para o 3-1.

Artur Jorge respondeu a partir do banco e lançou Borja e Castro para os lugares de Sequeira e Medeiros: menos um avançado, mais um homem no meio-campo. Não resultou como esperado. Aos 86', Aziz arrancou pelo corredor central, contornou Matheus e já só viu baliza: atirou a contar para o 3-2 e deixou o resultado bracarense em situação perigosa.

Não passou de um susto: o SC Braga saiu mesmo de Vila do Conde com três pontos e fecha a jornada no segundo lugar.

Onze inicial do Rio Ave: Jhonatan, Costinha, Santos, Pantalon, Miguel Nóbrega, Pedro Amaral, Guga, Amine, Joca, Aziz e Fábio Ronaldo

Onze inicial do SC Braga: Matheus, Fabiano, Bruno Rodrigues, Tormena, Sequeira, Al Musrati, André Horta, Ricardo Horta, Medeiros, Banza e Vitinha

O jogo foi arbitrado por Luís Godinho, auxiliado por Rui Teixeira e Pedro Mota. No VAR esteve Rui Oliveira.

Suplentes do Rio Ave: Magrão, Patrick William, Vítor Gomes, Ruiz, João Ferreira, Miguel Baeza, Ukra, Boateng e Paulo Vítor

Suplentes do SC Braga: Tiago Sá, Rodrigo Gomes, Abel Ruiz, Alvaro Djaló, Paulo Oliveira, Lainez, Racic, Borja e Castro

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de