Trincão aprendeu a rugir. Sporting goleia Portimonense em Alvalade

Começou tímida a aventura do leão Trincão por Alvalade, mas o golo em Frankfurt deu confiança para rugir mais alto. Frente aos algarvios, o internacional português bisou, mas o autogolo de Pedrão e Nuno Santos também foram fundamentais para o Sporting golear o Portimonense. Veja os golos.

Pela primeira vez na época 2022/2023, o Sporting somou duas vitórias consecutivas na I Liga. Em jogo a contar para a sexta jornada do campeonato português, os leões golearam o Portimonense em Alvalade por 4-0.

A formação que viajou desde o Algarve chegou a Lisboa numa situação bastante diferente do adversário. Com quatro vitórias em cinco jogos disputados, os algarvios ocupavam o quarto lugar da competição, com os mesmos 12 pontos do FC Porto.

Os leões entraram no jogo com uma postura dominadora. Logo aos sete minutos, Francisco Trincão aproveitou vários alívios falhados da defesa do Portimonense e colocou a equipa da casa em vantagem no marcador com um remate de fora de área.

O internacional português trincou e provou o sabor do golo frente ao Frankfurt e agora foi a vez de repetir, mas em Alvalade. A primeira parte foi, na maioria do tempo, dominada pelo Sporting, que demonstrou um futebol ofensivo de qualidade, sem deixar o adversário se aproximar com perigo da sua área.

Para travar o domínio leonino, Paulo Sérgio mexeu na equipa, antes do intervalo, e colocou Bryan Rochez em campo, em detrimento de Gonçalo Costa. Os algarvios mostraram-se mais soltos e colocaram algum gelo na fervura do adversário, mas não foi suficiente para mudar o resultado.

Pelo contrário, o Sporting ainda aumentou a vantagem antes do regresso aos balneários. Aos 41 minutos, Trincão voltou a fazer gosto ao pé e fixou o resultado ao intervalo, deixando os leões com maior tranquilidade para a segunda parte.

A segunda parte começou com menor fulgor ofensivo por parte dos leões. Poucos minutos depois do regresso à ação, Rúben Amorim foi obrigado a mexer, devido a uma lesão do central Luís Neto, que deu lugar a Pedro Porro.

O modo de gestão foi ativado pela equipa leonina, mas sem tirar o pé do acelerador. Mesmo com cara nova devido às substituições, o Sporting foi criando perigo junto à baliza de Kosuke.

Aos 73 minutos, Pedro Gonçalves aproveitou da melhor maneira um cruzamento com regra e esquadro de Pedro Porro e, sem sequer tirar os pés do chão, fez o 3-0 no marcador, mais tarde, foi atribuido o autogolo a Pedrão, devido a um desvio. A vantagem da formação de Alvalade coincidia com a exibição dos comandados por Rúben Amorim.

O avolumar do resultado não tinha terminado por aqui. Pouco depois, aos 76', foi a vez de Nuno Santos fazer gosto ao pé e aumentar a vantagem para 4-0, respondendo de forma positiva a um cruzamento de Pedro Gonçalves.

Na fase final do encontro, o Portimonense tentou levar um golo de Alvalade para Portimão, mas tal não aconteceu. No fim do jogo, o placard do Estádio José Alvalade mostrava o 4-0 final, um resultado com tons de goleada, favorável aos leões.

O Sporting somou o segundo triunfo consecutivo no campeonato e subiram provisoriamente ao quinto lugar, com 10 pontos, a oito do líder Benfica. Após quatro vitórias seguidas, os algarvios voltaram a perder, mas mantêm o quarto lugar, com os mesmos 12 pontos do campeão FC Porto, que ainda este sábado recebe o Rio Ave.

Onze do Sporting: Adán, Neto, Coates, Gonçalo Inácio, Ricardo Esgaio, Morita, Rochinha, Nuno Santos, Trincão, Edwards e Pote.

Onze do Portimonense: Kosuke, Moufi, Pedrão, Ouattara, Jocú, Seck, Gonçalo Costa, Luquinha, Relvas, Paulo Estrela e Welinton Júnior

Suplentes do Sporting: Israel, Matheus Reis, Sotiris, Ugarte, Fatawu, Paulinho, Pedro Porro, Arthur e Marsà

Suplentes do Portimonense: Berke Özer, Ewerton, Ricardo Matos, Diaby, Pastor, Rochez, Rui Gomes, Szeuczuk e Bruninho

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de