Dois golos em três minutos. Com um bis, Namaso roubou as Chaves para a vitória do FC Porto

Dragões venceram Chaves por 2-0 e recuperaram da entrada em falso na Taça da Liga. Veja os golos.

O FC Porto ficou esta quinta-feira mais próximo de garantir um lugar nos quartos de final da Taça da Liga, ao vencer em casa do Desportivo de Chaves, por 2-0, na segunda jornada do Grupo A.

Apesar das boas oportunidades de golo para ambas as partes durante o primeiro tempo, as equipas chegaram ao intervalo empatadas a zeros. Os guarda-redes Paulo Vítor e Cláudio Ramos foram mesmo os grandes protagonistas, ambos com boas e fulcrais defesas.

O primeiro golo do jogo surgiu aos dez minutos da segunda parte, numa saída rápida dos dragões. Pepê tentou um toque em habilidade, que acabou por sofrer um desvio de um jogador do Chaves e sobrou para João Mário, que cruzou na perfeição para Namaso surgir a rematar na passada.

Três minutos depois, Namaso bisou num lance de contra-ataque. Toni Martínez cruzou atrasado para a finalização do britânico. A bola ainda desviou em João Queirós e acabou por trair Paulo Vítor.

Com apenas o primeiro classificado a apurar-se para os quartos de final, na terceira e última jornada do Grupo A, a 16 de dezembro, o FC Porto recebe o Vizela, enquanto o Chaves joga no seu terreno frente ao Mafra, da II Liga.

Sai o FC Porto com a bola. Nos primeiros seis minutos os dragões tentam pressionar o Desportivo de Chaves. Cinco minutos depois, Namaso tenta a sorte, mas o remate sai à figura do guarda-redes Paulo Vítor. Um dos primeiros grandes momentos do jogo chega aos 15', com Pepê a trabalhar bem sobre um adversário e a atirar para uma enorme defesa do guardião do Chaves.

Canto de Wendell, aos 20', para um cabeceamento de Grujic a que Paulo Vítor responde com mais uma grande defesa. Na recarga, Toni Martínez tenta a bicicleta, que sai por cima. Cinco minutos depois, Galeno arranca com velocidade, entra na área e cruza para um corte de João Queirós, que ainda ressalta no braço, mas o VAR manda jogar.

Nesta primeira parte, os guarda-redes têm sido as figuras da partida, a impedir todos os golos. Final da primeira parte com o jogo empatado a zeros.

Recomeça o jogo. Aos 3 minutos do segundo tempo, Luther Singh esteve perto de fazer o primeiro golo do jogo para o Chaves num um para um com João Mário. Dois minutos depois, Galeno é travado em falta por Euller, que vê cartão amarelo. É livre, encostado à grande área, do lado esquerdo. Sem perigo.

À ponta de lança, aos 56 minutos, Namaso faz o desvio para o fundo da baliza de Paulo Vítor. Está feito o primeiro golo do jogo e é para o FC Porto.

Três minutos depois, Toni Martínez cruza para Namaso, que não desperdiça e desvia para o segundo.

O FC Porto não tem facilitado nesta segunda parte. À beira do hat trick, aos 75 minutos, Namaso atira ao poste. Está a tornar-se, aos poucos, no homem do jogo. Três minutos depois, Marcano faz um corte providencial e evita o 2-1. Aos 82 minutos, Taremi entra em jogo para o lugar de Namaso.

O árbitro dá cinco minutos de compensação. Antes do final, Sérgio Conceição ainda faz uma substituição: entra Bernardo Folha e sai Uribe. Terminou o jogo. Os dragões venceram o Chaves por 2-0.

Onze do Chaves: Paulo Vítor; João Correia, Queirós, Steven Vitória e Sandro Cruz; Guima, Euller e Obiora; Luther Singh, João Teixeira e Hector.

Onze do FC Porto: Cláudio Ramos; João Mário, Fábio Cardoso, Marcano e Wendell; Pepê, Uribe, Grujic e Galeno; Namaso e Toni Martínez.

Suplentes do Chaves: Gonçalo Pinto, Bruno Langa, Sarr, Abass Issah, Juninho, Edu, Jonny Arriba, Benny e Jô Batista.

Suplentes do FC Porto: Samuel Portugal, David Carmo, Rodrigo Conceição, Bernardo Folha, André Franco, Gonçalo Borges, Taremi, Evanilson e Taremi.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de