Paulo Sousa é o novo treinador do Flamengo. Polacos querem indemnização

Treinador português tinha pedido a rescisão do contrato durante o último fim de semana para aceitar a proposta do clube brasileiro.

O treinador português Paulo Sousa foi oficializado esta quarta-feira como treinador do Flamengo. O antigo selecionador da Polónia assinou um contrato válido para as próximas duas temporadas.

Numa mensagem em vídeo divulgada nas redes sociais, Paulo Sousa cumprimenta os adeptos do clube brasileiro.

Horas antes, a Federação Polaca de Futebol tinha terminado o contrato com o treinador português Paulo Sousa, que fica obrigado ao pagamento de uma indemnização.

"Paulo Sousa deixou de exercer as funções de treinador da seleção polaca, conforme anunciado pelo presidente da Federação Polaca de Futebol", lê-se no site da federação polaca.

No Twitter, o presidente daquele órgão, Cezary Kulesza, escreveu que o Conselho de Administração decidiu, "por unanimidade, rescindir o contrato com Paulo Sousa".

"Como parte do acordo, o ex-selecionador pagará uma indemnização à PZPN em linha com as expectativas da federação", adiantou o responsável.

Esta tarde, a federação polaca tinha divulgado um curto comentário em que revelava ter estado reunida para debater o pedido de rescisão do português, mas não adiantava detalhes.

No domingo, o presidente da Federação Polaca de Futebol, Cezary Kulesza, disse ter "recusado firmemente" um pedido do treinador português Paulo Sousa para rescindir o contrato de selecionador devido a uma oferta de um clube.

"Hoje [26 dezembro], fui informado pelo Paulo Sousa que queria rescindir o contrato com a federação polaca por causa de uma oferta de um clube. Este é um comportamento extremamente irresponsável, inconsistente com as declarações anteriores do treinador. Portanto, recusei firmemente", referiu o presidente numa mensagem na sua conta pessoal do Twitter, que foi partilhada pela federação.

No mesmo dia, vários meios de comunicação social divulgaram que o técnico português, de 51 anos, terá chegado a acordo para suceder a Renato Gaúcho nos brasileiros do Flamengo.

Paulo Sousa, que iniciou a carreira nos escalões de formação da seleção portuguesa, assumiu em janeiro deste ano a seleção polaca, depois de já ter treinado vários clubes mundiais.

Ao serviço da seleção polaca, o técnico foi eliminado ainda na fase de grupos do Euro 2020, disputado em 2021 devido à pandemia de Covid-19, e terminou o apuramento para o Mundial 2022 em segundo no grupo I, atrás da Inglaterra, disputando agora o play-off frente à Rússia, cujo vencedor vai enfrentar a Suécia ou República Checa por um lugar no Qatar.

Notícia atualizada às 20h15

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de