"Vai ser difícil o Sporting reequilibrar-se." Manuel José analisa início de época dos candidatos à I Liga

Em declarações à TSF, o ex-treinador, Manuel José, analisou o início da época de Benfica, SC Braga, Sporting e FC Porto e, além de retirar equipas da luta pelo título, também admite que ainda é cedo para apostar num campeão.

A I Liga portuguesa entrou no primeiro período de pausa na temporada, provocado pelos compromissos das seleções nacionais. O antigo treinador de futebol, Manuel José, analisou na TSF o início da época dos principais candidatos ao título, colocando o Sporting praticamente afastado da luta.

Manuel José antevê clima de "grande agressividade" em Alvalade

Sete jornadas volvidas, o ex-técnico diz estar surpreendido com a equipa de Alvalade no campeonato português e elogia Rúben Amorim. "Basta o primeiro desaire nas competições europeias para haver contestação ao Rúben Amorim, que tem feito um trabalho absolutamente notável, mas os resultados é que ditam tudo", afirmou.

Manuel José começa, com os últimos resultados, a adivinhar um clima de "grande agressividade" no clube leonino. "Paciência num clube grande não existe e, portanto, vai ser muito difícil que o Sporting se consiga reequilibrar e que crie um clima à volta da equipa que lhe permita ter a tranquilidade, confiança e a moral para ganhar quase todos os jogos que lhe falta", conclui.

Se Benfica continuar tranquilo é difícil "que comece a perder pontos"

Sobre o vizinho da Segunda Circular, o antigo treinador admite que ainda é "muito cedo para deitar foguetes", mas reconhece que o Benfica está "num bom caminho". Com treze vitórias em treze jogos, Manuel José fala na "euforia" que se vive no Estádio da Luz, mas reforça que "é cedo" para isso.

"Se continuarem tranquilos e a jogar assim, é difícil que o Benfica perca o seu elã e que comece a perder pontos", considera.

Manuel José não acredita no título do SC Braga

Apesar do início bastante positivo do SC Braga, que conquistou 19 pontos em 21 possíveis, tendo apenas empatado um encontro frente ao Sporting, na jornada inaugural, Manuel José não acredita numa candidatura dos minhotos ao título.

"Ser candidato ao título implica ter uma personalidade competitiva e vencedora fortíssima", afirma, mencionando "uma série de fatores fundamentais para que o clube se mantenha nessa luta".

"Eu não acredito, acho que ninguém acredita", admite.

Início de época do FC Porto é "um enigma"

Sobre os dragões, o antigo treinador recorda a saída de "um ou dois jogadores" importantes, mas argumenta que esse fator "não é motivo para este alarme todo". Manuel José classifica o início de época do FC Porto como "muito complicado" e "um enigma".

Num momento em que se encontra a cinco pontos da liderança, o ex-técnico reconhece "alguma contestação" pelo que se tem passado "extrafutebol", recordando o ataque ao carro da família de Sérgio Conceição, episódios que "espelham a intranquilidade que se vive" no clube.

Manuel José abandonou a carreira de treinador na temporada de 2012/2013, ao serviço do Persopolis, do Irão. Num período de atividade superior a 30 anos, treinou clubes como o Benfica, o Sporting e o SC Braga, após rumar a África e à Ásia, onde terminou a carreira.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de