"Como um pai." Ronaldo revela que Ferguson foi a "principal chave" no regresso ao Manchester United

Cristiano Ronaldo admite estar "ansioso" pelo primeiro jogo com a camisola do Manchester United.

Cristiano Ronaldo revelou esta quarta-feira que o antigo treinador Alex Ferguson foi "a principal chave" pelo seu regresso ao Manchester United, 12 anos depois.

"Como todos sabem, desde que assinei pelo Manchester [United] aos 18 anos, Alex Ferguson foi a chave. Lembro-me de quando jogámos contra o Manchester quando estava no Sporting, em Lisboa. Para mim, Alex Ferguson é como um pai no futebol para mim. Ele ajudou-me muito, ensinou-me muitas coisas, e na minha opinião é claro que ele teve um papel importante, mantivemos o contacto o tempo todo e ele é uma pessoa inacreditável. Eu gosto muito dele e ele foi a principal chave para eu estar na posição que estou ao assinar pelo Manchester United", disse o jogador na primeira entrevista ao site oficial do clube inglês.

O escocês orientou Ronaldo, que assinou por duas épocas, no clube inglês desde que foi contratado aos 'leões', em 2003, até sair, em 2009, para o Real Madrid.

O internacional português disse estar "muito feliz" por estar "de volta a casa 12 anos depois" e confessou estar ansioso pelo primeiro jogo. Ronaldo considerou também que esta "foi a melhor decisão" que poderia ter tomado.

"Acho que foi a melhor decisão que tomei. Está certo na minha opinião. Mudei-me da Juve agora para Manchester, é um novo capítulo, estou muito feliz e contente, e quero continuar a fazer história, tentar ajudar o Manchester a alcançar grandes resultados e ganhar troféus", afirmou.

Para Cristiano Ronaldo, os fãs do Manchester United são "especiais" e deixou-lhes uma mensagem: "Sei que ainda cantam a minha música, o que me deixa ainda mais feliz e o meu compromisso é dar tudo em campo, como eu fazia antes, como faço o tempo todo."

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de