Vitória sem espinhas. Braga vence dérbi minhoto com bis de Banza

Braga conseguiu a primeira vitória na I Liga por 3-0 frente ao Famalicão. Veja os golos.

O Sporting de Braga venceu esta sexta-feira por 3-0 na deslocação ao terreno do Famalicão, no jogo de abertura da segunda jornada da I Liga, com um bis do avançado Simon Banza.

O primeiro golo do jogo surgiu numa jogada confusa, com Vitinha a insistir duas vezes, pressionado. A bola sobrou para Sequeira, que rematou de pronto fazendo a bola entrar a saltitar na baliza do Famalicão. Ricardo Horta, que estava no caminho da bola, desviou-se e ajudou a enganar o guarda-redes da casa.

Cinco minutos depois, Vitinha rematou, Luiz Júnior defendeu e, na recarga de cabeça, Simon Banza faturou. O avançado nem festejou por respeito ao Famalicão, o seu anterior clube.

Perto do final do jogo ainda houve tempo para um bis de Banza. O avançado bisou após um cruzamento muito forte de Djaló pela esquerda, que Luiz Júnior desviou ligeiramente levando a bola a embater praticamente nos joelhos de Banza a meio metro da baliza.

O Sporting de Braga conseguiu a primeira vitória na competição, depois do empate frente aos leões na ronda inaugural, e lidera provisoriamente com quatro pontos, enquanto o Famalicão, que perdeu na primeira jornada com o Estoril Praia, continua sem pontuar.

Já rola a bola no jogo de arranque da segunda jornada da I Liga. O Braga esteve perto do golo aos 6', mas um corte de de la Fuente impediu que o perigo chegasse à baliza do Famalicão. Seis minutos depois, Vitinha ganha a bola, combina com Horta que abre para Fabiano. E este assiste Sequeira para o primeiro golo do jogo.

Seis minutos depois do primeiro golo, Banza marca à anterior equipa e não festeja.

O Famalicão está meio abananado com os dois golos do Braga em 18 minutos. Praticamente todas as bolas que foram à baliza que resultaram em golo. Aos 24 minutos, uma jogada de de la Fuente quase deu origem ao golo do Famalicão, que reduziria a desvantagem e relançaria o jogo.

A cinco minutos do intervalo, o Braga volta a pressionar e a estar perto do golo. Iuri Medeiros rematou, com o pé esquerdo, à entrada da área aos 42 minutos, mas saiu por cima. O árbitro deu dois minutos de compensação num jogo que está a ter muito tempo útil.

Intervalo!

Recomeça o jogo em Famalicão. Iuri Medeiros perto do terceiro golo logo nos primeiros segundos do segundo tempo. Aos 48 minutos, de costas para a baliza, Millán roda sobre um defesa bracarense e depois remata à meia volta, mas Matheus defende no chão e desvia para canto.

Aos 66 minutos, o guarda-redes Matheus nega o golo a Colombatto. O Famalicão insiste e acredita. Dois minutos depois, um corte de Fabiano dentro da área foi fulcral para evitar o golo que reduziria a desvantagem. Mas o Braga não deixou que o Famalicão marcasse e Banza voltou faturar numa jogada de Álvaro Djaló, que acelerou pela esquerda. Está feito o 3-0 a pouco mais de 10 minutos do fim.

A dois minutos dos 90', o equipa da casa ainda tenta chegar ao golo de honra mas, mais uma vez, é Luiz Júnior quem tem de se esforçar para impedir mais um golo do Braga. O árbitro dá cinco minutos de compensação. Terminou o jogo em Famalicão. O Braga venceu por 3-0.

Onze do FC Famalicão: Luiz Júnior; de la Fuente, Batubinsika, Penetra, Rúben Lima; Assunção, Zaydou, André Simões; Heri, Kadile, Álex Millán.

Onze do SC Braga: Matheus; Fabiano, Tormena, Niakaté, Sequeira; Al Musrati, André Horta, Iuri Medeiros, Ricardo Horta; Banza, Vitinha.

Suplentes do FC Famalicão: Zlobin, Beck, Cláudio Silva, Gustavo Sá, Pelé, Colombatto, Pedro Brazão, Rui Fonte, Théo Fonseca.

Suplentes do SC Braga: Tiago Sá, Paulo Oliveira, Dinis Pinto, Lucas Mineiro, Castro, Rodrigo Gomes, Abel Ruiz, Álvaro Djaló, Lainez.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de