FC Porto marca cinco ao Marítimo e vence na estreia. Taremi bisou

Taremi bisou, Evanilson, Marcano e Toni Martínez também marcaram. Veja os golos.

O FC Porto, detentor do título, começou o campeonato com uma goleada frente ao Marítimo. A equipa de Sérgio Conceição venceu os insulares por 5-1, com golos de Taremi (bis), Evanilson, Marcano e Toni Martínez. A formação madeirense apontou o golo de honra por intermédio de Cláudio Winck em cima do apito final.

No primeiro jogo da edição 2022/2023 da I Liga, o estádio do Dragão encheu-se para ver o FC Porto a iniciar a defesa do título. A época começou com êxito no fim de semana anterior, com a conquista da Supertaça, e Sérgio Conceição não mexeu na equipa. Para a receção ao Marítimo, o treinador só mudou o guarda-redes face à saída de Marchesín.

Mas foram os insulares a criar perigo nos primeiros dez minutos. Primeiro Xadas, que ensaiou um remate de meia distância. A bola ainda tocou na barra da baliza de Diogo Costa. Poucos minutos depois, Marcano deixou-se antecipar e viu Joel a recuperar a posse de bola. Diogo Costa foi decisivo e desviou o remate para a linha final.

O FC Porto não se assustou e, aos 12 minutos, inaugurou o marcador por intermédio de Taremi. O avançado iraniano apareceu solto ao segundo poste e não teve problemas em bater o guardião da formação madeirense.

O golo empolgou os campeões nacionais e Evanilson teve espaço na área e até marcou, mas o golo foi invalidado pelo videoárbitro. O avançado brasileiro estava em posição irregular por dois centímetros.

Com o jogo controlado, os dragões foram intensificando a pressão sobre o adversário, mas o árbitro da partida teve algum trabalho. Do banco do FC Porto surgiram vários protestos em relação a faltas assinaladas contra os azuis e brancos. Ora, Sérgio Conceição viu cartão amarelo e, mais tarde, um dos adjuntos foi mesmo expulso do banco portista por indicação do quarto árbitro.

Em cima do intervalo, os dragões adiantaram-se novamente no marcador. Primeiro, Evanilson deu seguimento a uma boa assistência de João Mário e, dois minutos depois, Taremi aproveitou um ressalto e encostou para bisar na partida.

Com vantagem expressiva no marcador, os dragões entraram para a segunda parte com um ritmo mais moderado, o que não mudou o sentido do jogo. Aos 69 minutos, os azuis e brancos dilataram a vantagem.

Marcano estava na área e aproveitou o espaço para cabecear e inscrever o seu nome na lista de marcadores. A 15 minutos do final, João Mário voltou a dar nas vistas com um cruzamento milimétrico para o recém-entrado na partida, Toni Martínez. O espanhol aplicou um cabeceamento e marcou o quinto golo do jogo.

Onze do FC Porto: Diogo Costa; João Mário, Pepe, Marcano e Zaidu; Uribe e Grujic; Pepe, Namaso, Evanilson e Taremi.

Suplentes: Cláudio Ramos, Fábio Cardoso, Veron, Galeno, Wendell, Bruno Costa, Toni Martínez, Eustáquio e Gonçalo Borges.

Onze do Marítimo: Miguel Silva, Matheus Costa, Zainadine, e Leo Andrade; Cláudio Winck, Diogo Mendes, Beltrame e Miguel Sousa; Xadas, Vidigal e Joel.

Suplentes: Trmal, Mosquera, Pablo Moreno, Chuchu Ramirez, Edgar Costa, Clésio, Lucho, Teles e China.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de