Fernando Santos diz que morte de Fernando Gomes "é um momento de tristeza para todos"

O antigo avançado da seleção nacional morreu este sábado.

O selecionador português de futebol, Fernando Santos, manifestou tristeza pela morte do antigo jogador e internacional luso Fernando Gomes, que morreu este sábado, aos 66 anos, vítima de doença prolongada.

"Soubemos agora da triste partida do Fernando, o 'bibota'. É um momento de tristeza para todos. Em meu nome e da equipa de todos nós deixamos à família enlutada os votos de pesar, e também à família portista", transmitiu Fernando Santos, num vídeo divulgado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Com o centro de treinos de Al-Shahaniya, no Qatar, como fundo, o técnico disse que todos na comitiva lusa vão "rezar" por Fernando Gomes: "Que a sua alma possa descansar em paz. A todos, os nossos sentimentos."

A seleção portuguesa encontra-se no Catar a participar no Campeonato do Mundo de futebol, que decorre até 18 de dezembro.

O antigo avançado internacional português Fernando Gomes, vencedor de duas Botas de Ouro e melhor marcador da história do FC Porto, morreu hoje aos 66 anos, revelaram os campeões nacionais de futebol.

Em comunicado publicado no seu sítio oficial na Internet, os 'azuis e brancos' expressam "enorme tristeza e consternação" pelo falecimento do ex-dianteiro, que somou 452 jogos, 355 golos e 14 títulos nas duas passagens pelo clube da sua cidade-natal (1974-1980 e 1982-1989), além das distinções de 'artilheiro' das Ligas europeias (1982/83 e 1984/85).

Fernando Gomes representou a seleção nacional em 44 jogos, marcando 11 golos de 'quinas' ao peito, tendo participado no Europeu de 1984, em França, e no Mundial de 1986, no México.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de