Golo é de Bruno Fernandes. Tecnologia usada pela FIFA não deixa dúvidas

Cristiano Ronaldo festejou primeiro golo do Portugal-Uruguai embora, pelas imagens televisivas, parecesse que o autor era Bruno Fernandes. Com tecnologia de verificação, a FIFA conseguiu confirmar quem deu o toque final.

A tecnologia da bola usada no jogo Portugal-Uruguai, do Mundial, provou que Cristiano Ronaldo não tocou no esférico durante o lance que deu origem ao primeiro golo da seleção nacional, na segunda-feira, confirmaram ao canal de televisão norte-americano ESPN a FIFA e a Adidas, marca fabricante da bola.

"No jogo entre Portugal e o Uruguai, utilizando a tecnologia Connected Ball Technology, alojada na bola oficial Al Rihla, da Adidas, não podemos comprovar nenhum contacto de Cristiano Ronaldo na bola, no lance do golo de abertura do jogo. Nenhuma força externa sobre a bola pode ser demonstrada pela falta de 'batimento cardíaco' nas nossas medidas. O sensor IMU de 500Hz dentro da bola permite-nos ser altamente precisos na nossa análise", pode ler-se num comunicado cedido ao órgão de comunicação social norte-americano pela FIFA, em nome da Adidas.

A bola usada no jogo inclui tecnologia capaz de fornecer dados em tempo real. Capta cada toque feito pelos jogadores, através de sensores.

Veja as imagens do lance cedidas pela FIFA e Adidas à ESPN:

"Ajudará a esclarecer situações de fora de jogo, bem como a detetar toques pouco claros, melhorando assim, em última análise, a qualidade e rapidez do processo de decisão do VAR", lê-se num comunicado da FIFA de julho, sobre a tecnologia destas bolas.

O médio Bruno Fernandes, a cumprir o seu segundo Mundial, estreou-se assim, na segunda-feira, a marcar na competição ao inaugurar o marcador aos 54 minutos.

Em Lusail, o jogador do Manchester United fez um centro/remate da esquerda, Cristiano Ronaldo, em posição regular, saltou à bola e não lhe tocou, mas atrapalhou Sergio Rochet, com a bola a entrar.

Bruno Fernandes é, assim, o quarto jogador luso a faturar no Qatar, depois de Cristiano Ronaldo, João Félix e Rafael Leão, que marcaram no 3-2 ao Gana.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de