O coração do Mundial cheira a especiarias árabes, tem cor de barro e bate até às tantas
Reportagem TSF

O coração do Mundial cheira a especiarias árabes, tem cor de barro e bate até às tantas

Souq Waqif é um local repleto de diversidade, não só de especiarias e artesanato, mas também de adeptos, pelas mais variadas seleções que apoiam.

Em Doha, o mercado de Souq Waqif é um dos pontos de referência da cidade. É o coração cultural e social da capital do Catar e, em altura de Mundial, o Souq Waqif torna-se mais do que um mercado tradicional, o mais popular de Doha. Torna-se num ponto de encontro dos adeptos que estão no Campeonato do Mundo de Futebol e no local mais movimentado do Catar.

Se fecharmos os olhos e mergulharmos nas ruas de Souq Waqif, parece que estamos num dos estádios do Mundial. As ruas estão cheias no principal mercado de Doha. Durante a noite, as especiarias, os tapetes tradicionais e as peças de artesanato, expostas nas bancas, escondem-se por detrás dos saltos dos loucos adeptos. O Souq Waqif, o mais antigo lugar de comércio do Catar, transforma-se numa espécie de Bairro Alto de Lisboa ou nas Galerias do Porto, mas com cheiro a Mundial.

A agitação é imensa. As ruas parecem mais apertadas, porque as pessoas tentam passar umas pelas outras, mas só aos leves encontrões é que conseguem fazê-lo. Em cada canto da praça principal há um grupo de adeptos: sauditas aos gritos, iranianos aos saltos, alemães aos cânticos, brasileiros a dançar e, se virarmos para outra rua, deparamo-nos com uma fan zone onde os adeptos se divertem com mini concertos. À noite, pode dizer-se, que o mercado de Souq Waqif transforma-se numa gigante fan zone.

Por aqui também a comida tem uma mistura cultural invulgar. Desde comida tailandesa, a comida persa. Há um restaurante em cada esquina. Têm as paredes em barro e as vigas expostas. Para a mesa, é só escolher. Há mistura de cores e sabores na comida árabe que é servida. O cheiro intenso das entradas, o picante servido nos pratos principais e o requinte das sobremesas provocam uma experiência diferente em qualquer turística que visite este lugar.

Terminada a refeição, mesmo já a entrar pela madrugada dentro, a animação nas ruas mantém-se. Resistem mais os sul-americanos, que prolongam a festa até às tantas, dando vida às ruas de Doha.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de