Águia entra a voar e controla o castor. Benfica vence Paços de Ferreira e reforça liderança

Grimaldo e João Mário marcaram nos primeiros minutos da partida. Veja os golos.

O Benfica aproveitou a partida antecipada da 20.ª jornada da Liga e tratou mesmo de antecipar os acontecimentos do jogo em Paços de Ferreira, abrindo uma vantagem de 2-0 que manteve até ao final.

Grimaldo voltou a marcar de livre e, ainda antes do quarto de hora de jogo, João Mário fez o resultado final.

Roger Schmidt levou uma novidade para Paços de Ferreira, dando a titularidade a Gonçalo Guedes, mas foi um lance muito visto nesta temporada a começar por fazer a diferença. A castigar uma falta sobre Aursnes, Grimaldo apontou a mira à baliza de Marafona e não falhou. 1-0 aos sete minutos de jogo.

Logo a seguir, as águias aumentaram a vantagem. Aursnes aparece isolado e remata para uma primeira defesa de Marafona, mas João Mário aparece para a recarga e para fazer o segundo na partida.

A primeira amostra de ameaça do Paços de Ferreira surgiu aos 18 minutos. Gaitán ganhou a linha pela esquerda e cruzou para um desvio na pequena área, mas Vlachodimos impediu o golo.

Os castores espevitaram e, pouco depois, Gaitán mete uma bola longa nas costas de Otamendi para Alexandre Guedes, mas o remate do avançado português saiu muito frouxo e fácil para o guarda-redes do Benfica.

As águias voltaram a criar muito perigo aos 34 minutos. Depois de uma jogada coletiva pela esquerda, a bola chega ao meio e aos pés de Gonçalo Guedes que remata a rasar o poste de Marafona.

O Paços de Ferreira ainda não tinha estado tão perto do golo como no minuto 40. Nigel Thomas arrancou pela esquerda, puxou a bola para dentro e disparou ao poste da baliza das águias.

Se a primeira parte foi de controlo do Benfica, a segunda trouxe uma contrariedade. O melhor marcador da equipa e do campeonato, Gonçalo Ramos, teve de sair por lesão aos 58 minutos, dando lugar a Musa.

Apesar desse percalço, o Benfica continuava a controlar a partida em cima do conforto da vantagem de dois golos na partida.

Na monotonia que imperava na segunda parte, Nigel Thomas deu um pontapé que resultou no mesmo da primeira parte. O castor bateu um livre rasteiro e acertou, de novo, no poste da baliza do Benfica.

A partida terminou mesmo com o 2-0 no resultado, não sem antes os castores atirarem a terceira bola ao ferro da baliza de Vlachodimos. Com a vitória, o Benfica aumenta a vantagem para os rivais, ainda que com um jogo a mais. O Paços de Ferreira continua em último lugar, com apenas seis pontos.

Onze do Paços de Ferreira: Marafona; Juan Delgado, Nuno Lima, Ferigra, Antunes; Holsgrove, Rui Pires, Luiz Carlos; Nigel Thomas, Alexandre Guedes, Nico Gaitán.

Onze do Benfica: Vlachodimos; Bah, António Silva, Otamendi, Grimaldo; Enzo Fernández, Florentino; João Mário, Gonçalo Guedes, Aursnes; Gonçalo Ramos.

Suplentes do Paços de Ferreira: Vekic, Pedro Ganchas, Uilton, Fábio Gomes, Bastien Toma, Matchoi, Butzke, Bastos e Jorge Silva.

Suplentes do Benfica: Samuel Soares, Gilberto, Lucas Veríssimo, David Neres, Chiquinho, Petar Musa, João Neves, Morato, Draxler.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de