Recordes individuais? Ronaldo prefere Portugal campeão europeu "duas vezes seguidas"

Capitão português elogia o "potencial enorme" da equipa e defende que jogar em Budapeste com 100% da lotação é "perfeito".

Cristiano Ronaldo parte para o Euro 2020 como o primeiro jogador a participar em cinco fases finais de campeonatos europeus mas, questionado sobre a importância de mais um marco histórico, que admite não o deixar "efusivo", o capitão português redirecionou o foco para o coletivo: ganhar o Europeu "duas vezes seguidas seria um recorde ainda mais bonito".

Ao lado do selecionador nacional Fernando Santos, na conferência de imprensa de antevisão do jogo de estreia com a Hungria, Cristiano Ronaldo sublinhou que "entrar com o pé direito e ganhar o primeiro jogo é crucial nestas competições".

A última vez que Portugal entrou a ganhar num Euro foi em 2008, algo que "não quer dizer nada", até porque "se disserem que entramos a perder e ganhamos a competição", o capitão português opta por esse mesmo cenário.

Com 36 anos, Cristiano Ronaldo não se preocupa com o futuro da carreira, mas "o que vier será bom". "Já jogo a um alto nível há 18 anos. Acho que isso não me faz cócegas. Se eu tivesse 18 ou 19 anos acho que não dormia a pensar no meu futuro." Com a cabeça no Euro, o avançado português parte para a competição com a mesma motivação de "como se fosse o primeiro".

A atual seleção "é jovem mas tem um potencial enorme", assinala o capitão português, que reconhece também "estar diferente" - tal como o próprio jogo está - e defende que "um jogador inteligente é o que se adapta". Assim, "independentemente de ganhar troféus ou não, trabalho sempre para conquistar algo a nível pessoal, individual ou coletivo".

Questionado sobre como vê o facto de a Hungria ser o único país com lotação possível de 100%, Cristiano Ronaldo considera que esse é um cenário "perfeito" e defende que todos os estádios "deviam estar lotados".

Os fatores externos ao jogo "não são importantes neste momento", e embora seja "uma pena" que João Cancelo tenha testado positivo para Covid-19, Cristiano Ronaldo não quer ver a equipa concentrar-se no que se passa fora do campo. "O que vem de fora não nos diz respeito, estamos focados nos jogos", garante o capitão português.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de