Rúben Amorim mantém confiança e assegura titularidade de Adán nos Açores

Os leões defrontam o Santa Clara em jogo da nona jornada da I Liga de futebol, no sábado, no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, pelas 14h30 locais (15h30 em Lisboa), com relato na TSF.

O treinador do Sporting, Rúben Amorim, assegurou esta sexta-feira a titularidade do guarda-redes Adán com o Santa Clara, da nona ronda da I Liga de futebol, afirmando que "22 minutos não apagam 92 jogos e quatro títulos".

"O Adán continua a dar todas as garantias. 22 minutos não apagam 92 jogos e quatro títulos. Não teve um dia tão bom, mas continua, a meu ver, a ser o guarda-redes mais preparado para iniciar o jogo. Este jogo é muito mais importante do que o Marselha", afirmou o técnico do clube 'verde e branco', em conferência de imprensa de antevisão.

O espanhol teve culpas nos dois primeiros golos dos franceses do Marselha e terminou expulso, tudo nos primeiros 22 minutos da partida de terça-feira, da terceira ronda da Liga dos Campeões, mas continua a merecer a confiança de Rúben Amorim na baliza.

"O Adán foi o primeiro a perceber o que aconteceu. A seguir ao primeiro golo, ficou a pensar nisso, no segundo golo ficou a pensar no primeiro e na expulsão ficou a pensar no segundo golo. Nunca conseguiu reagir. Isso pode acontecer a qualquer um, mesmo a jogadores experientes. Se fôssemos falar com o Antonio e ele não tivesse noção do que se passou, isso é que era grave. Dias maus todos temos", justificou Rúben Amorim.

O treinador dos 'leões' considerou que Adán "pôs a fasquia num patamar tão elevado que se nota bastante quando baixa um pouco" e percebe que existem momentos na carreira dos jogadores em que "as coisas não correm tão bem" e em que "precisam de ajuda".

"Entendo que o Adán deve continuar na equipa para ela ganhar. Para além de ajudar cada jogador, o meu grande objetivo é que o Sporting vença o jogo e acho que está mais perto disso com o Adán. Quando entender que o Franco [Israel] deve ser titular, ele vai ser de caras porque não olho a nomes. O meu objetivo é ganhar jogos. Com o Santa Clara vão jogar os melhores e para mim o Adán é o melhor guarda-redes", disse.

O capitão Coates está recuperado e integra a convocatória para os Açores, sendo essa a única novidade, em dias de preparação "normal", após a partida "atípica" em França.

"Estamos preparados para o Santa Clara, onde temos de ganhar e subir na tabela. Uma derrota não nos tira o foco, ainda estamos em primeiro lugar na Liga dos Campeões e, agora, temos de subir na tabela. A preparação foi a normal de um clube grande, com o objetivo de ganhar e a exigência sempre máxima", expressou o treinador, de 37 anos.

O Sporting perdeu na visita aos açorianos na temporada transata, mas Rúben Amorim rejeitou a existência de 'fantasmas': "Ainda falta muito campeonato e sou responsável. Se há pessoa animada e com fé de que tudo pode mudar, essa pessoa tem de ser eu. O que queremos é ganhar e sentir a sensação de vitória atrás de vitória", frisou o técnico.

Os 'leões', sétimos classificados, com 13 pontos, defrontam o Santa Clara, que ocupa a 16.ª e antepenúltima posição, com cinco, em jogo da nona jornada da I Liga de futebol, no sábado, no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, pelas 14h30 locais (15h30 em Lisboa), com arbitragem de Artur Soares Dias, da associação do Porto.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de