Salvio acusado de atropelar ex-mulher. "Não é culpado de absolutamente nada"

O advogado do ex-jogador do Benfica explica que Salvio quer apresentar-se às autoridades.

O antigo futebolista do Benfica Eduardo Salvio foi acusado de atropelar a ex-mulher, Magali Aravena, e está a ser procurado pela polícia argentina. No entanto, o advogado do atleta garante que é inocente.

"Vai demonstrar que é inocente e tem muitas provas. Ele tem muitas testemunhas, vídeos e provas que vão provar a sua inocência. É um facto, ficará claro que ele não é culpado de absolutamente nada", disse Cúneo Libarona ao canal de televisão argentino Tyc Sports.

O advogado garante que Salvio "quer apresentar-se" na polícia: "Foi a primeira decisão que tomámos hoje [quinta-feira], muito cedo. Temos bem reconstruído o acontecimento. O Salvio vai apresentar-se agora. Vai esclarecer tudo e levar as provas. Ele e outras pessoas sabem de tudo: desde que começou a advertência desta senhora até às atitudes que teve e as intimidações."

Segundo o jornal desportivo argentino Olé, Magali Aravena contou que foi atropelada depois de ter apanhado o jogador com outra mulher no carro.

Fontes policiais já confirmaram o incidente. Magali Aravena ficou ferida e acabou por ser transportada para o hospital.

Salvio, de 31 anos, representou o Benfica na temporada 2010/11 e entre 2012/13 e 2018/19. Tem dois filhos do relacionamento com Magali Aravena.

Em dezembro de 2020, a modelo anunciou a separação do casal, que acabaria por reconciliar-se pouco depois. No Natal partilharam nas redes sociais fotografias juntos, em família, mas a imprensa argentina diz que na altura já estavam a passar por uma nova crise.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de