Twitter aceita proposta de compra de 41 mil milhões de euros feita por Elon Musk

Negociação das ações da redes social estão suspensas.

O Twitter anunciou esta segunda-feira que aceitou a proposta de compra do empresário Elon Musk no valor de 44 mil milhões de dólares, cerca de 41 mil milhões de euros, estando as negociações das ações da rede social suspensas.

A bolsa de Nova Iorque e o índice tecnológico Nasdaq suspenderam hoje a cotação do Twitter em bolsa, estando à espera de "notícias", numa altura em que o título se valorizava à volta dos 5,5%, segundo a agência Efe.

Elon Musk, CEO da Tesla e o homem mais rico do mundo, ofereceu inicialmente 43 mil milhões de dólares pela empresa este mês, dizendo depois que dispunha de 46,5 mil milhões de dólares para financiar a operação de compra.

Num comunicado de imprensa hoje divulgado, a rede social sediada em São Francisco, na Califórnia, também anunciou a que na sequência da compra por Elon Musk será retirada de bolsa, deixando o estatuto de sociedade aberta.

O presidente executivo do Twitter, Parag Agrawal, disse que a rede social "tem um propósito e relevância que impactam o mundo inteiro", e manifestou-se "profundamente orgulhoso" na sua equipa e no "trabalho que nunca foi tão importante".

Elon Musk afirmou que "a liberdade de expressão é a fundação de uma democracia funcional, e o Twitter é a praça digital onde matérias vitais para o futuro da humanidade são debatidas".

"Também quero tornar o Twitter melhor do que nunca ao potenciar o produto com novas funcionalidades, tornando os algoritmos de fonte aberta para aumentar a confiança, derrotar os 'bots' [perfis falsos] de 'spam' [mensagens não solicitadas], e autenticar todos os humanos", acrescentou o também presidente executivo da SpaceX.

No dia 14 de abril, o Twitter anunciou, em comunicado ao regulador, que Musk, atualmente o maior acionista individual da empresa, propôs comprar as ações restantes da rede social por 54,20 dólares (cerca de 50 euros) por ação, uma oferta que representa mais de 43.000 milhões de dólares (cerca de 39.000 milhões de euros).

O milionário tem sido um crítico do Twitter, principalmente pelo seu entendimento de que a empresa fica aquém dos princípios da liberdade de expressão.

Musk descreve-se como um "absolutista da liberdade de expressão", mas também é conhecido por bloquear outros utilizadores do Twitter que questionam ou discordam dele.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de