Alemanha faz parceria com Grécia para fornecer armas a Kiev

Chanceler alemão lembrou um acordo já assinado com a República Checa.

O chanceler alemão, Olaf Scholz, disse esta terça-feira que a Alemanha está a trabalhar num acordo com a Grécia que prevê que Atenas entregue equipamentos militares antigos à Ucrânia e receba veículos blindados da Alemanha para compensar.

A Alemanha tem enfrentado críticas pela sua relutância em entregar armas pesadas à Ucrânia, o que o Governo rejeita, argumentando que outros países da NATO que estão a entregar a Kiev equipamento militar antigo - particularmente da era soviética - estão a ser compensados com material moderno fornecido por Berlim.

Esta terça-feira, Scholz lembrou um acordo já assinado com a República Checa e, no final de um encontro em Bruxelas, concordou com o primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, em elaborar um tratado semelhante, num futuro breve.

O acordo deverá ser calibrado entre os ministérios da Defesa dos dois países, para ser posto em prática logo que possível, procurando ajudar a Ucrânia a resistir à invasão russa.

O chanceler alemão também disse que conversou igualmente com o seu homólogo polaco sobre uma situação idêntica.

A ofensiva militar lançada na madrugada de 24 de fevereiro pela Rússia na Ucrânia causou já a fuga de mais de 14 milhões de pessoas de suas casas - mais de oito milhões de deslocados internos e mais de 6,8 milhões para os países vizinhos -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de