Ataque a centro comercial em Kiev faz oito mortos, avião com 132 pessoas cai na China e outros destaques TSF

Após ter sido agredido à porta de uma discoteca em Lisboa, Fábio Guerra, o agente da PSP que estava em coma desde sábado, morreu esta segunda-feira, no hospital de São José.

A guerra entre a Rússia e a Ucrânia continua na ordem do dia. Kiev foi alvo de bombardeamentos durante a noite de domingo que atingiram um centro comercial. Até ao momento, há registo de pelo menos oito vítimas mortais.

A Ucrânia recusou-se a depor as armas na sitiada Mariupol, contrariando a exigência feita pela Rússia, que em troca se comprometia com a abertura de uma passagem segura para fora daquela cidade.

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou à União Europeia, em particular a Alemanha, para cessar todas as relações comerciais com a Rússia e recusar todos os seus recursos energéticos. O chefe de Estado da Ucrânia refere que "sem relações comerciais" com a UE, "a Rússia ficará sem dinheiro para esta guerra".

Já o Kremlin alertou que um embargo europeu às importações de petróleo russo vai prejudicar seriamente o equilíbrio energético na Europa e irá "atingir todos", quando a União Europeia estuda a possibilidade de novas sanções contra Moscovo.

Pode acompanhar todos os desenvolvimentos deste conflito aqui:

Em Lviv, a madrugada ficou marcada pelo som das sirenes de aviso de ataque aéreo. A ameaça à cidade levou muito tempo a ser levantada, mas, até esta manhã, não há notícia de qualquer bombardeamento. O enviado especial da TSF à Ucrânia, Pedro Cruz, explica que as sirenes já tinham tocado durante a madrugada e voltaram a tocar de manhã, "durante vários minutos".

A Ucrânia mostra à Rússia que é capaz de fazer passar a mensagem que quer ao mundo. Há cartazes para todos os gostos e uma capa dedicada a Zelensky e aos heróis do país. Veja aqui a reportagem do enviado especial da TSF à Ucrânia:

Também em destaque está a morte de Fábio Guerra, o agente da PSP que estava em coma desde sábado, após ter sido agredido à porta de uma discoteca, em Lisboa.

Na ordem do dia está ainda a queda de um avião da China Eastern Airlines, que viajava entre as cidades chinesas de Kunming e Cantão. A bordo viajavam 132 pessoas.

Por fim, o Ministério Público confirmou à TSF que irá recorrer da decisão que permite a Mário Machado sair de Portugal para combater na Ucrânia sem cumprir apresentações quinzenais.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de