Dia de Portugal na Expo Dubai. "A partir daqui, chegar ao resto do mundo"

Já passaram 300 mil pessoas pelo Pavilhão de Portugal na Expo Dubai 2020, que arranca esta quinta-feira com as comemorações do Dia de Portugal.

O programa inclui uma edição árabe dos "Lusíadas" e do livro "Mensagem". Luís Castro Henriques, presidente do AICEP - a Agência para o Investimento e Comércio Externo e comissário de Portugal para a Expo, diz que é um dia para festejar o que o país tem de melhor.

"Primeiro com um seminário económico em que iremos divulgar os novos projetos inovadores e o estado competitivo da economia, depois teremos uma celebração do aniversário da livraria Lello onde iremos apresentar os "Lusíadas" e a "Mensagem" em árabe e depois teremos o lançamento de um postal comemorativo do Pavilhão de Portugal que será lançado pelos CTT. No dia 14, dedicado a Portugal, começamos com o hastear da bandeira e o hino nacional e depois da parte institucional teremos um primeiro momento musical com a Teresa Salgueiro, António Chainho e Marta Pereira da Costa. Vamos ter o espetáculo de música e multimédia Al Qantara, que significa "ponte" em árabe, criado exclusivamente para este dia. No concerto será estreada a composição Al Qantara, da autoria de Teresa Salgueiro e do músico Fred Ferreira."

Luís Castro Henriques explica que neste dia "queremos mostrar que Portugal é um país aberto, com diversidade e modernidade. Queremos também dinamizar o máximo de presença da diáspora portuguesa nos Emirados Árabes Unidos e levar Portugal aqueles que estão longe".

Luís Castro Henriques faz um balanço muito positivo da presença de Portugal na Expo Dubai. "Já tivemos mais de 300 mil visitantes no Pavilhão, é preciso ter em conta que esta exposição acontece em tempos de pandemia e uma proporção de visitantes tão grande demonstra o interesse. Este número é a prova de que este é um pavilhão que tem bons conteúdos. Também já conseguimos dinamizar uma agenda muito forte, com semanas temáticas dedicadas a determinados setores de Portugal e ações no Pavilhão e na Loja de Portugal, temos aqui uma concept store que apresenta 170 produtos representativos da sofisticação da manufatura portuguesa e que mostra bem a capacidade que temos de inovar sobre técnicas e produtos tradicionais."

O comissário de Portugal para a Expo Dubai explica que "acima de tudo querem aumentar a notoriedade de Portugal nesta região do mundo, ainda é pouco conhecido pelos árabes. Desenvolver o interesse em visitarem Portugal e considerarem este um destino de negócios. Esta é uma região com elevado potencial e a partir daqui conseguimos chegar a toda a região".

No final do ano, o pavilhão de Portugal, desenhado pelo arquiteto Miguel Saraiva, ficou parcialmente danificado e esteve fechado na sequência do mau tempo. O comissário de Portugal para a Expo Dubai desvaloriza e garante que os problemas estão resolvidos.

"Em três dias choveu mais do que no ano inteiro, tivemos uma inundação que afetou o sistema elétrico e como quase todo o conteúdo expositivo é digital tivemos que garantir que estava bem. O Pavilhão nunca fechou totalmente, a loja continuou a funcionar. Mas está tudo regularizado e tudo pronto para o Dia de Portugal."

Esta sexta-feira é o Dia de Portugal na Expo Dubai, as comemorações arrancam já esta quinta-feira. Esta exposição encerra a 31 de março.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de