Fortes explosões em Kiev, hora de verão chega no domingo e outros destaques TSF

Zelensky reafirma que não aceitará qualquer ultimato por parte da Rússia e avisa que um acordo de paz alcançado com os russos terá de ser apoiado pela população através de um referendo.

A manhã desta terça-feira ficou marcada por fortes explosões em Kiev. Uma grande explosão foi ouvida na zona de Darnitsa, na margem esquerda da capital ucraniana. Na origem desta explosão, terá estado uma defesa antiaérea que intercetou um rocket russo, tendo atingido uma zona industrial.

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, avisou que qualquer acordo de paz alcançado com a Rússia, incluindo quaisquer mudanças territoriais no país, terá de ser apoiado pela população através da realização de um referendo. O líder ucraniano sublinhou ainda que o país "não irá aceitar qualquer ultimato por parte da Rússia".

Já o Ministério da Defesa ucraniano afirmou que as forças russas têm apenas munições, combustível e alimentos suficientes para três dias. Segundo a mesma fonte, durante as últimas 24 horas, "mais de nove alvos aéreos inimigos foram atingidos".

Relativamente ao centro comercial que foi atacado na noite de domingo na capital ucraniana, a Rússia defendeu que o espaço servia como depósito de lançadores de foguetes e estava desativado. O porta-voz do Ministério da Defesa russo assegurou que, nos arredores de Kiev, unidades nacionalistas ucranianas "usam prédios residenciais como escudos para disparar contra as tropas russas a partir de múltiplos sistemas de lançamento de foguetes".

As forças ucranianas continuam a "repelir" as tentativas da Rússia de ocupar o sul da cidade de Mariupol. Segundo um relatório do serviço de informação militar publicado pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, "as forças russas, posicionadas noutras partes da Ucrânia, enfrentaram mais um dia de progresso limitado com a maioria das suas forças paralisadas".

Pode acompanhar ao minuto todos os desenvolvimentos sobre o conflito entre a Rússia e a Ucrânia aqui:

Destaque também para Joe Biden, que insistiu que a Rússia está a preparar-se para usar armas químicas e biológicas na Ucrânia. À margem de uma conferência em Washington, o Presidente dos EUA diz encontrar sinais muito claros de que isso pode acontecer em breve.

A Europol alertou para o perigo de os refugiados ucranianos poderem cair nas redes de tráfico de seres humanos quando chegam à União Europeia, instando os países de acolhimento a permanecerem vigilantes. As áreas de maior preocupação são as zonas fronteiriças, centros de receção e alojamento e centros de transporte, tais como estações de comboio e de autocarro.

Ainda na ordem do dia está o acidente aéreo no sul da China, que ocorreu na segunda-feira. Segundo a televisão estatal chinesa, não foram encontrados, até agora, quaisquer sobreviventes. A queda do Boeing 737-800 é o pior acidente aéreo na China desde 2010.

Por fim, no domingo chega a hora de verão. Na madrugada do dia 27 de março, não se esqueça de adiantar os ponteiros do relógio em 60 minutos. Em Portugal continental e na Região Autónoma da Madeira, os relógios deverão ser adiantados uma hora quando for 01h00, passando a ser 02h00. Na Região Autónoma dos Açores, a alteração será feita às 00h00, mudando para a 01h00.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de