França recorda que forças beligerantes devem proteger jornalistas

A proteção dos jornalistas pelas Forças Armadas está "em conformidade com o direito humanitário internacional", explicou o chefe da diplomacia francesa.

O governo de França disse esta quarta-feira que as forças beligerantes na Ucrânia têm a obrigação de proteger os jornalistas que cobrem o conflito, referindo-se à morte de quatro jornalistas desde o mês de fevereiro, entre os quais um franco-irlandês.

"Recordo a obrigação a que estão incumbidas as forças armadas na proteção dos jornalistas em conformidade com o direito humanitário internacional e condeno veementemente qualquer ação que seja tomada contra eles", disse o chefe da diplomacia francesa, Jean-Yves Le Drian.

A Rússia lançou a 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já causou pelo menos 691 mortos e mais de 1.140 feridos, incluindo algumas dezenas de crianças, e provocou a fuga de cerca de 4,8 milhões de pessoas, entre as quais três milhões para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de