"Gangue de viciados em drogas e neonazis." Putin ataca responsáveis políticos ucranianos

O Presidente russo pede ao Exército ucraniano para "tomar o poder" em Kiev.

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, insultou os responsáveis políticos ucranianos, dizendo que são um "gangue de viciados em drogas e neonazis".

O chefe de Estado russo dirigia-se ao Exército ucraniano, ao qual pediu para "tomar o poder" em Kiev.

"Parece que será mais fácil para nós chegar a acordo convosco do que com este gangue de viciados em drogas e neonazis", disse, referindo-se aos políticos ucranianos que são lideradas pelo Presidente, Volodymyr Zelensky, que é judeu.

Estas declarações surgem depois de Dmitri Peskov, porta-voz do Kremlin, ter dito que Putin "está disposto a enviar uma delegação russa a Minsk, ao nível dos Ministérios da Defesa e dos Negócios Estrangeiros e de elementos da administração presidencial, para negociações com uma delegação ucraniana".

Volodymyr Zelensky, já esta sexta-feira, voltou a pedir a Putin que se sente à mesa das negociações para travar a operação militar russa na Ucrânia, que começou na madrugada de quinta-feira.

"Quero dirigir-me mais uma vez ao Presidente da Rússia. Em todo o território da Ucrânia há combates. Vamos sentar-nos à mesa das negociações para acabar com a morte de seres humanos", disse numa mensagem televisiva.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE O CONFLITO ENTRE A RÚSSIA E A UCRÂNIA

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de