Nova Zelândia alarga confinamento a todo o país até 24 de agosto

O último surto comunitário no país registou-se em fevereiro.

A Nova Zelândia alargou esta sexta-feira o confinamento a todo o país, até 24 de agosto, para travar um novo surto de Covid-19, detetado esta semana na cidade de Auckland, anunciou a primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern.

Na terça-feira, as autoridades neozelandesas já tinham decretado o confinamento durante sete dias em Auckland e na península de Coromandel, e por três dias no resto do país, depois de ter sido detetado um caso local de Covid-19 naquela cidade, o primeiro em seis meses.

O surto com a variante Delta do novo coronavírus já acumula 31 casos, 11 dos quais diagnosticados nas últimas 24 horas, incluindo três na capital, Wellington.

O último surto comunitário no país registou-se em fevereiro.

Considerado um dos países com mais sucesso no combate à pandemia de Covid-19, a Nova Zelândia diagnosticou pouco mais de 2.900 casos e apenas 26 mortes provocadas pela doença.

A Covid-19 provocou pelo menos 4.392.364 mortes em todo o mundo, entre mais de 209,2 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.613 pessoas e foram registados 1.012.125 casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de