Três mortos em centro comercial na Dinamarca. Polícia descarta terrorismo

As vítimas do ataque são dois jovens dinamarqueses de 17 anos e um cidadão russo de 47 anos e quatro pessoas encontram-se hospitalizadas em estado grave.

Três pessoas morreram e quatro encontram-se hospitalizadas em estado grave na sequência de um ataque com arma de fogo que ocorreu este domingo num centro comercial de Copenhaga, na Dinamarca. A polícia descarta a possibilidade de terrorismo.

O atirador, um dinamarquês de 22 anos, tem um historial de problemas psiquiátricos e, de acordo com as autoridades, agiu sozinho. Para o ataque, utilizou uma espingarda e um revólver, para as quais não tinha qualquer licença, e uma faca. Treze minutos após o primeiro alerta, foi detido.

As vítimas do ataque são dois jovens dinamarqueses de 17 anos e um cidadão russo de 47 anos. Testemunhas, citadas por meios de comunicação dinamarqueses, relataram ter visto mais de 100 pessoas a fugir para a saída do centro comercial quando foram disparados os primeiros tiros.

Depois do alerta, a polícia pediu a quem estivesse dentro do edifício que lá permanecesse e que o resto da população evitasse aquela área.

A autarca de Copenhaga deu conta dos "terríveis relatos" do tiroteio, afirmando que a situação é "muito grave".

O tiroteio ocorreu perto do local onde o cantor britânico Harry Styles tinha um concerto marcado que acabou por ser cancelado.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de