António Capucho dá primeiro passo para regresso ao PSD

Aquele que foi um dos fundadores do PSD, e que foi afastado do partido depois das Autárquicas de 2013, prepara o regresso ao partido. À TSF, António Capucho disse que já entregou um requerimento.

António Capucho entregou, esta segunda-feira, o pedido para voltar a ser militante do Partido Social Democrata. Capucho, um dos fundadores do partido, antigo líder parlamentar e membro de vários governos do PSD, foi expulso do partido, depois das eleições autárquicas de 2013, em que se juntou ao então também militante Marco Almeida, numa candidatura contra uma lista do PSD, em Sintra.

Forte opositor de Pedro Passos Coelho, Capucho tinha já manifestado a intenção de voltar ao partido, depois da eleição de Rui Rio.

O primeiro passo para o regresso, confirmou o próprio à TSF, já foi dado.

O histórico do PSD sublinha que, na teoria, o seu afastamento do partido não foi exatamente uma "expulsão", mas, sim, a "anulação da inscrição" no PSD. À TSF, António Capucho revelou que já apresentou um requerimento no sentido da anulação da decisão.

"Esse requerimento foi entregue hoje, assinado por mim, pelo Marco Almeida, e por mais militante que sofreram essa sanção. Foi entregue hoje ao Conselho de Jurisdição Nacional. [do PSD]", adiantou António Capucho.

"Isso não implica automaticamente a nossa refiliação. O Conselho de Jurisdição Nacional terá de decidir", lembrou.

Sobre a nova liderança do partido, António Capucho defende que os deputados que não se sintam em condições para alinhar na direção de Rui Rio, devem abandonar o parlamento. O histórico do partido considera que se trata de uma questão que " releva da consciência de cada um".

"Se virem que, em consciência, não podem seguir a estratégia que o dr. Rui Rio começará agora a desenvolver para o partido, então admito que possam querer sair", afirmou António Capucho, afirmando que a saída dos deputados que não votaram a favor de Rui Rio não é uma "obrigação jurídica", embora fosse razoável, do ponto de vista ético e político.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de