Demissão em bloco no Santa Maria, buscas no FC Porto e outros destaques TSF

Chefes da equipa de urgência cirúrgica do Hospital de Santa Maria demitiram-se em bloco, mas direção promete fazer tudo para manter a normalidade.

As demissões no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, levaram a direção do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) a emitir um comunicado em que garante fazer de tudo para "manter o normal funcionamento das urgências e das equipas médicas".

Marcelo Rebelo de Sousa reagiu às demissões e pediu uma reaproximação entre as estruturas e os profissionais do Serviço Nacional de Saúde. "Tudo o que seja paragem neste momento é indesejável", afirmou o Presidente da República.

Os dez chefes da equipa de urgência cirúrgica do Hospital de Santa Maria demitiram-se porque o Conselho de Administração do CHULN "não deu qualquer resposta às pretensões dos médicos que eram muito claras", segundo o presidente do Sindicato dos Médicos da Zona Sul.

A SAD do FC Porto confirmou durante a tarde as buscas às instalações do clube, lê-se num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários. Em causa estão suspeitas de "crimes de abuso de confiança, fraude fiscal e branqueamento de capitais" em transferências de jogadores de futebol.

As buscas começaram na manhã desta segunda-feira na SAD do FC Porto e numa instituição bancária e, de acordo com o Departamento Central de Investigação e Ação Penal, estão a ser investigadas "operações de pagamento de comissões de mais de 20 milhões de euros".

No boletim diário desta segunda-feira a Direção-Geral da Saúde registou o maior número de mortes em 24 horas desde 9 de agosto. Foram mais 18 mortes e 1475 novos casos. Estão agora 628 pessoas internadas nos hospitais, das quais 93 em unidades de cuidados intensivos.

A comissária europeia da Saúde no Parlamento Europeu, Stella Kyriakides, afirma que os não vacinados estão a impulsionar a pandemia e a aumentar a "hesitação vacinal". Stella Kyriakides assumiu que "toda a União Europeia" é confrontada hoje com "um número preocupantemente crescente de casos".

Segundo o site estatístico Our World in Data, Portugal é o sétimo país com menos infeções e mortes por Covid-19 por milhão de habitantes. Ainda assim, a situação epidemiológica piorou desde a semana passada e regista uma média diária de 208 novos casos.

No PSD, Paulo Rangel entregou esta segunda-feira as mais de duas mil e seiscentas assinaturas e já pensa em "daqui a um mês", quando tenciona, em nome do PSD, apresentar o programa eleitoral para as eleições legislativas.

Antes de Rangel, a lista de Rui Rio tinha entregado a moção "Governar Portugal" em que defende o diálogo "à esquerda ou à direita". O diretor de campanha, Salvador Malheiro, fala em "confiança e fé" numa vitória nas eleições internas do PSD.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de