DGS recruta jovens para perceber o tipo de publicidade alimentar a que estão expostos

O estudo consiste na instalação de uma aplicação num telemóvel ou tablet e, de forma automática, é recolhida informação sobre os anúncios alimentares aos quais os jovens estão expostos.

A Direção-Geral de Saúde (DGS) está a recrutar crianças e adolescentes para um estudo que procura perceber o tipo de publicidade alimentar a que os menores estão expostos quando usam as redes sociais.

Em Portugal, a lei proíbe o marketing a alguns tipos de alimentos, mas torna-se quase impossível fiscalizar ao que os jovens têm acesso quando usam a internet.

Maria João Gregório, a diretora do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável da DGS vai coordenar o estudo e encontra-se a recrutar participantes nas famílias portuguesas. Para entrar, os membros têm de se encontrar na faixa etária entre os três e 18 anos e ter na sua posse dispositivos com o sistema Android.

A análise consiste na instalação de uma aplicação num telemóvel ou tablet e, de forma automática, é recolhida informação sobre os anúncios aos quais os jovens estão expostos.

"Analisados os dados, implica analisar o perfil nutricional dos alimentos porque aquilo que queremos limitar é a exposição ao marketing de alimentos não saudáveis", explica.

A lei portuguesa proíbe a publicidade a alguns tipos de alimentos, dirigida a crianças e jovens, e com este estudo vai ser possível perceber quem está a violar a lei - algo inédito no espaço digital e a nível internacional.

"Existem estudos que têm feito esta análise, mas em meios mais tradicionais, como é o caso da televisão, mas, hoje em dia, sabemos que é no contexto digital onde as crianças mais passam o seu tempo", conclui Maria João Gregório.

O formulário para a inscrição no estudo encontra-se disponível no site da DGS para jovens entre os três e os 18 anos de idade. A aplicação para recolha dos dados deve estar instalada nos dispositivos móveis durante quatro semanas.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de