"Identificação da morada não será obstáculo." Arranca testagem massiva em Lisboa

As dez freguesias inicialmente abrangidas pelo plano municipal de testagem são Ajuda, Alvalade, Arroios, Estrela, Marvila, Olivais, São Vicente, Santa Clara, Santa Maria Maior e Santo António.

Já está em curso o programa de testagem massiva na cidade de Lisboa. A iniciativa da autarquia, em parceria com o Ministério da Saúde e com a Associação Nacional de Farmácias, pretende despistar mais rapidamente novos casos positivos de Covid-19.

Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa assistiu ao arranque deste programa e garante que ninguém ficará excluído por falta de comprovativo de morada numa das dez freguesias envolvidas neste processo: "Certamente, a questão da identificação da morada não será nenhum obstáculo".

O autarca recorda que o processo estará aberto "para as freguesias que em cada semana estejam identificadas dentro do patamar superior aos 120 casos por 100 mil habitantes", ou seja, "o conjunto das freguesias abrangidas vai mudando ao longo do tempo".

As dez freguesias inicialmente abrangidas pelo plano municipal de testagem são Ajuda, Alvalade, Arroios, Estrela, Marvila, Olivais, São Vicente, Santa Clara, Santa Maria Maior e Santo António.

Os testes rápidos antigénio podem ser feitos nas farmácias aderentes, que estão devidamente identificadas e disponíveis nos sites da CML e Associação Nacional de Farmácias.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de