Mais de dez mil hectares já arderam na Serra da Estrela

Já arderam este ano 74.304 hectares em espaços rurais, sendo que metade são povoamentos florestais, 41% representa área ardida de mato e 9% área agrícola.

Mais de dez mil hectares arderam até esta quinta-feira na Serra da Estrela, onde desde sábado lavra o incêndio que começou na Covilhã, segundo o sistema de vigilância europeu Copernicus.

De acordo com a informação disponível no Copernicus, até quarta-feira tinham ardido 9532 hectares na região da Serra da Estrela.

Já segundo dados provisórios do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), até esta quinta-feira, arderam 10.540 hectares devido a este fogo.

Na terça-feira, o vice-presidente da Câmara da Covilhã tinha dito que o incêndio que deflagrou no sábado em Garrocho (Covilhã) já tinha consumido cerca de três mil hectares de floresta e mato no concelho.

Segundo a informação provisória recolhida até esta quinta-feira e disponível no 'site' do ICNF, já arderam este ano 74.304 hectares em espaços rurais, sendo que metade são povoamentos florestais, 41% representa área ardida de mato e 9% área agrícola.

No total, segundo a mesma fonte, este ano já foram registadas 8.184 ocorrências.

No início da semana, o último relatório do ICNF, que não incluía o incêndio que deflagrou no sábado na Covilhã, indicava um total de 58.354 hectares de área ardida até 31 de julho.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de