Preso preventivamente suspeito de atear fogos no Entroncamento

PJ afirma que o homem foi detido na sequência de uma investigação realizada pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria da PJ em colaboração com a Guarda Nacional Republicana.

Um homem suspeito de ter ateado incêndios no Parque do Bonito, no Entroncamento (Santarém), foi detido e vai ficar preso preventivamente a aguardar o desenrolar do processo, disse esta quinta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ afirma que o homem, de 39 anos, servente na construção civil e residente na zona do Entroncamento, foi detido na sequência de uma investigação realizada pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria da PJ em colaboração com a Guarda Nacional Republicana (GNR).

"Dos crimes de que agora está indiciado, resultaram elevados prejuízos patrimoniais e para o meio ambiente, consubstanciados na destruição de extensa área florestal, ladeada por consideráveis aglomerados populacionais, realçando-se ainda o facto de o local ser muito frequentado para a prática de atividades lúdicas, desportivas e de lazer", afirma o comunicado.

Depois de ouvido em primeiro interrogatório judicial, o suspeito viu ser-lhe aplicada a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva, acrescenta.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de