"Risco para a saúde." Aumentam queixas de falsos psicólogos ao Ministério Público

Ordem dos Psicólogos recebeu 135 queixas desde o início do ano.

A Ordem dos Psicólogos tem recebido cada vez mais queixas de profissionais que se apresentam como psicólogos sem terem formação adequada na área. Um problema que pode ser um risco maior para a saúde.

Desde o início do ano e até ao passado mês de novembro, a Ordem recebeu 135 queixas, das quais 70 foram encaminhadas para o Ministério Público. O bastonário da Ordem dos Psicólogos, Francisco Miranda Rodrigues, dá conta do aumento do número de denúncias.

"A verdade é que nos têm chegado cada vez mais queixas e depois de averiguação, sempre que constatamos que existem indícios fortes de estarem a haver práticas de intervenções psicológicas sob outras designações acabamos por reportar ao Ministério Público. De queixas que recebemos já corresponderão, provavelmente, a cerca do dobro", revelou à TSF Francisco Miranda Rodrigues.

Das 135 queixas, 70, quase metade, foram encaminhadas para o Ministério Público, 57 foram arquivadas e oito continuam à espera de resposta. Perante este cenário, o bastonário deixa um apelo a quem precisa de apoio a nível de saúde mental.

"Mais de metade da população não consegue aceder, por falta de recursos financeiros. Para acederem teria de ser através de serviços públicos. Se continuarmos com a mesma situação de sempre, em que os serviços públicos não abrem concursos para a contratação de psicólogos, será difícil que as pessoas tenham acesso e depois vão recorrendo a muitas outras formas. Por favor, antes de recorrerem, verifiquem se é, de facto, um profissional inscrito numa ordem. O risco para a saúde é muito maior quando se recorre a estes profissionais em matérias que, ainda por cima, tenham uma ligação clara com a saúde das pessoas e o sofrimento psicológico. O apelo é para que, antes de o fazerem, consultem os sites das Ordens e façam essa verificação", aconselhou o bastonário da Ordem dos Psicólogos.

Quem se apresenta como falso psicólogo incorre a pena de prisão.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de