SummerCEmp: refletir sobre a União Europeia a pensar no futuro

A quinta edição da escola de verão da Comissão Europeia decorreu este ano na Ribeira Grande, na ilha de São Miguel, nos Açores.

A Ribeira Grande, o concelho mais jovem do país, foi o local escolhido para acolher a quinta edição da escola de verão da Comissão Europeia. Com centenas de candidaturas recebidas pela organização, 40 jovens foram escolhidos e assistiram a diversas atividades.

Com a presença de oradores como Miguel Monjardino, Durão Barroso, Ana Paula Zacarias, Mónica Ferro, Tiago Antunes, Sofia Branco ou Ricardo Borges de Castro, entre outros, o mote foi logo definido à partido: "Summer Camp nos Açores, partilhamos valores".

Entre as dezenas de jovens que participaram nesta escola de verão estava Francisca Figueiredo, jovem médica de 24 anos com interesse em política. À TSF, contou que os valores e princípios europeus nunca podem ser dado como garantidos.

A mesma visão foi partilhada pelo colega de "turma" José Manuel Diniz, também ele médico de Saúde Pública, que não escondeu a vontade de partilhar conhecimentos e participar no debate cívico.

Por outro lado, Sofia Barbeiro, natural de Leiria, deixou uma sugestão: a criação de conselhos da juventude, à semelhança do que já existe noutros estados-membros, para que estes possam ter uma palavra a dizer no plano político.

Foram quatro dias intensos, na ilha de São Miguel, nos Açores, com o mar azul no horizonte. Ainda houve tempo para entrar no mar, em Rabo de Peixe, e testemunhar o trabalho dos pescadores.

Na opinião de Sofia Moreira de Sousa, representante da Comissão Europeia em Portugal, apesar dos desafios que se impõem, depois de uma pandemia e com a guerra na Ucrânia, "a Europa continua viva e recomenda-se".

Mais um ano, mais uma escola de verão em que nos Açores, se partilharam valores de uma União Europeia sempre em construção.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de