Vilar Formoso teme impacto da abertura de ligação à A62

O tráfego vai passar ao lado da vila mal seja aberta a nova ligação entre a A25 e a espanhola A62.

À beira de abrir a nova ligação entre Portugal e Espanha, Vilar Formoso teme transformar-se numa vila fantasma. É mais uma linha que separa a agonia da esperança, depois de meses de pandemia e de reposição forçada de fronteiras.

Quase um ano e meio de pandemia e muitos meses de reposição da fronteira ditaram a ruína da economia local. E talvez a esperança. Os espanhóis desapareceram do radar, fecharam lojas e na rua do comércio só abriu uma agência funerária.

E, por agora, quem chega ainda atravessa a linha que sempre foi mágica para emigrantes de regresso ao país. Mas o tráfego vai passar ao lado da vila mal seja aberta a nova ligação entre a A25 e a espanhola A62.

Para já vale a promessa das Infraestruturas de Portugal de construir um nó de ligação ao centro de Vilar Formoso que não tem data e cuja demora deixa os comerciantes estão de braços caídos.

Este sábado, o primeiro de agosto, o governo dá as boas vindas aos emigrantes. Um ato simbólico que se repete anualmente mas que pode ter os dias contados. A nova autoestrada ibérica está pronta. Só falta o corta fitas em ano eleições autárquicas.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de