TSF à Mesa

Portugal fora, as fronteiras entre regiões são traçadas pelas paisagens e pela mesa. Das cidades às serras ou na imensidão das planícies, da melhor tradição portuguesa ao vanguardismo mais ousado. António Catarino sugere um país gastronómico que vale a pena apreciar.

O dom da tradição em Alvalade

A escolha de um bom restaurante, em que a matriz seja a cozinha tradicional, feita de produtos frescos e de qualidade, nem sempre é fácil nas grandes urbes. A diversidade de opções e estilos, a que se junta a oferta alargada, dificultam a opção a tomar.

Lisboa não foge à regra nos dias que correm, marcados pelo afluxo turístico, mas é possível encontrar na capital portuguesa restaurantes para um almoço ou jantar de trabalho, para levar a família ou, muito simplesmente, saborear despretensiosa refeição.

Em Alvalade, no largo Machado de Assis, mesmo ao lado da Avenida de Roma e perto do teatro Maria Matos, o restaurante Dom Feijão é, desde os finais de 2008, uma boa escolha.

A casa tem liderança experiente, conhecedora do ramo há três décadas; a cozinha é tradicional, com fortes raízes minhotas, bem portuguesa e á base de bons produtos nacionais.

É uma cozinha segura, que elabora pratos muito apreciados por uma clientela atraída pela qualidade.

O espaço é amplo - sala com lotação de uma centena de lugares e mais 20 na esplanada --; muita luz natural; decoração em tons claros, com predominância da madeira, e expositores frigoríficos preenchidos com peças de carne e o peixe do dia.

Desperto o apetite, vamos às opções do menu, assente em pratos emblemáticos, como é o cozido à portuguesa, apontado, muito

justamente, como uma das especialidades da casa e que domina as preferências à 4.ª feira e ao sábado.

Nos restantes dias, referência para os pratos de bacalhau no início da semana - à lagareiro; cozido, à Gomes de Sá ou em pataniscas; e para o leitão assado à moda da Bairrada, regra geral à 3.ª feira.

Por norma, a dobrada à moda do Porto é pitéu da 5.ª feira; no dia seguinte, o cabrito assado no forno é rei.

Outras opções mais habituais ao longo da semana são caril de gambas; mão de vitela com grão; pato assado com laranja ou arroz, servido com a carne do marreco desfiada;

Nas sobremesas, destaque para o bolo de chocolate.

Carta de vinhos de bom nível.

Serviço simpático neste restaurante com o dom de agradar a quem lá vai.

Dom Feijão, em Lisboa.

Localização: Lisboa

Contacto: 21 846 40 38

GPS: 38.74730 N ; -9.13913 W

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de